terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Spectral


Já está disponível no Netflix um filme que apelará aos fãs de filmes como Aliens e Predator. Em Spectral, um grupo de tropas especiais tem que enfrentar um novo e estranho inimigo com aparentes capacidades sobrenaturais - mas felizmente temos um cientista de serviço que, ao melhor estilo MacGyver, está lá para ajudar.

Inicialmente planeado para os cinemas, e com múltiplas caras conhecidas de séries e filmes, o Spectral foi depois despromovido e acabou por ir parar às mãos da Netflix, onde se encaixa perfeitamente. O filme não é nenhuma mega-produção de Hollywood, mas acaba por ser uma mega-produção para efeitos de filme para TV. Um cientista é enviado para o terreno para estudar umas "interferências" que estão a ser detectadas pelos óculos espectrais que desenvolveu, mas depressa se descobre que essas interferências são uns estranhos seres que muito se parecem com fantasmas. O problema é que esses fantasmas conseguem matar com um simples toque, e simultaneamente são imunes às armas convencionais.

Entre perceber o que se passa e arranjar forma de combater esta nova ameaça, vamos passando de momento em momento, com muitas cenas de acção intercaladas com as sessões de "tecno-explicação"; sendo que o que fica a faltar é o desenvolvimento dos personagens, que poderá ajudar a explicar porque motivo os seus produtores acharam que o mesmo não estava apto a ser enviado para as salas de cinema.

O filme é engraçado tal como está, mas é pena que não tivesse tido aspirações a mais que um simples filme de entretenimento de domingo. Ficam muitas questões por abordar... mas penso que as mesmas irão ficar permanentemente sem resposta.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails