sexta-feira, 1 de julho de 2016

Stranger Things [trailer]

Está a chegar mais uma série que não vais querer perder. Stranger Things leva-nos numa aventura em que uma criança desaparece... mas onde depressa se torna aparente que não se trata de um rapto normal.

Uma declaração de amor aos filmes sobrenaturais dos anos 80, Stranger Things é a história de um rapaz que desaparece misteriosamente. Enquanto a família, os amigos e a polícia local procuram respostas, são também atraídos para um mistério extraordinário que envolve experiências governamentais ultrassecretas, forças sobrenaturais e uma rapariga particularmente estranha.

Stranger Things chega a 15 de Julho à Netflix.

Free State of Jones


Matthew McConaughey está de regresso às salas de cinema com um filme a que poucos ficarão indiferentes. Free State of Jones (Estado Livre de Jones) é baseado em factos verídicos e conta-nos a história de um homem que em plena guerra civil norte-americana decide seguir a sua própria consciência, recusando-se a combater pelo lado do Sul e acabando por organizar um bando de escravos e rebeldes que a certa altura chegaram a reclamar a sua própria independência.

O tema da guerra civil norte-americana já foi abordada até à exaustão, mas desta vez temos uma perspectiva um pouco diferente, que não só nos mostra este conflito de um lado mais pessoal (e racional?) - como também revela aquilo que se passou a seguir, e onde para todos os efeitos, tudo ficou "na mesma".

Qualquer filme sobre o racismo é suficiente para nos revoltar com as situações que fazem questão de relembrar - e ainda mais quando se comprova que, séculos depois, muitos dos problemas ainda permanecem. No caso deste Free State of Jones, mesmo não sendo um exemplo a nível de coerência no seguimento da história (e de ter um final que parece ser sido desenrascado à pressa), vale por meter o dedo na ferida... e obrigar as pessoas a pensarem um pouco sobre (vários) assuntos, muitos dos quais permanecem completamente actuais.


quinta-feira, 30 de junho de 2016

Morgan [trailer]

Luke Scott - filho de Ridley Scott - vai estrear-se na cadeira de realizador de uma longa metragem com Morgan, um filme que promete tornar-se num filme de culto, apresentando-nos um misterioso ser de aparência humana, mas que foi criado artificialmente.


Estreias da Semana

Free State of Jones - Estado Livre de Jones
Realizador: Gary Ross
Actores: Com Matthew McConaughey, Gugu Mbatha-Raw, Mahershala Ali


Love & Friendship - Amor e Amizade
Realizador: Whit Stillman
Actores: Kate Beckinsale, Morfydd Clark, Xavier Samuel


Central Intelligence - Central de Inteligência
Realizador: Rawson Marshall Thurber
Actores: Dwayne Johnson, Kevin Hart, Ed Helms


Equals - Iguais
Realizador: Drake Doremus
Actores: Kristen Stewart, Nicholas Hoult, Guy Pearce


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Dailies

Roland Emmerich quer nova trilogia Stargate


Roland Emmerich quer regressar ao universo que nos fascinou em Stargate, e que veio a dar origem a uma série que se prolongou por mais de uma década e despoletou vários spin-offs. Segundo ele, ainda há muito material por explorar tendo por base o primeiro filme, e por isso fala já numa trilogia. Faltará ver se ele se vai preocupar em manter as coisas sincronizadas com tudo o que já foi desenvolvido nas séries, ou se simplesmente as ignorará e continuará num universo "paralelo" para não ter essa bagagem.



Tetris vai ter... trilogia!?!


Mantendo o tema das trilogias, temos a surpreendente revelação de que o filme que será baseado no Tetris irá também, potencialmente, ser apenas o primeiro de uma trilogia! E agora desculpem-me, pois vou ver se alguém se enganou na data e pensava que fosse dia 1 de Abril... porque se estiverem a falar a sério... já estou a imaginar que os outros filmes mais sérios se queiram distanciar deste Tetris e comecem a apostar em filmes em 6 partes, ou 10... ou 20...


Warner Bros quer Justin Lin para realizar Akira em live action


Akira é um dos clássicos mais icónicos dos filmes de animação japoneses, e a sua adaptação para um filme live-action é algo que há muito é desejado pelos estúdios. Agora, a Warner Bros. revela que quer Justin Lin (realizador dos Fast and Furious e do novo Star Trek Beyond) ao leme desta adaptação. Uma coisa é certa... as cenas com as motas iriam certamente ficar "de luxo"! :)

E falando de Star Trek Beyond...


Star Trek Beyond [trailer]


terça-feira, 28 de junho de 2016

Bud Spencer R.I.P.


Carlo Vicente Pedersoli será um nome completamente desconhecido da maioria das pessoas, até ao momento em que referimos que o seu nome artístico é "Bud Spencer". Aí tudo muda de figura, e é inevitável a inundação de nostalgia por todos os filmes que nos trouxe na década de 70 e 80, em que a dupla Bud Spencer e Terence Hill era sinónimo de filme que teríamos que ir ver ao cinema (não que na altura houvesse muitas alternativas - a não ser quando começaram a surgir os videoclubes, mais tarde).

Bud Spencer morreu ontem em Roma aos 86 anos, com uma vida bem repleta, desde os tempos em que foi atleta olímpico de natação (e recordista italiano, sendo o primeiro a nadar os 100 metros em menos de 1 minutos), aos tempos em que se tornou num rosto conhecido mundialmente pelos seus "westerns spaghetti" e onde as suas chapadonas se tornaram motivo de riso para todos os espectadores. Como curiosidade, o seu nome artístico Bud Spencer foi uma homenagem à sua cerveja favorita – a Budweiser – e ao actor Spencer Tracy.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Bone Tomahawk

Um filme com Kurt Russell, Patrick Wilson, Matthew Fox, e Richard Jenkins já seria, por si só, suficiente para nos atrair as atenções - e o facto de ser um western apenas contribuiria para ficarmos ainda mais curiosos - mas este Bone Tomahawk é um filme diferente dos westerns tradicionais.

Escrito e realizado por S. Craig Zahler (fixem este nome, pois cheira-me que ainda vai dar muito que falar), este filme segue a aventura de um xerife de um pequena cidade no faroeste americano que tem que tentar resgatar uma mulher que foi raptada por uma misteriosa tribo de índios canibais. Basicamente temos um filme em que a parte do western serve apenas de "roupagem" para uma única cena que ficará gravada na memória dos espectadores - que é uma violenta cena em que um dos raptados é esquartejado pelos índios canibais. Os restantes 99% do filme mostram-nos apenas a dura realidade que a vida na fronteira tinha (e de como tudo era mais complicado quando qualquer sítio onde se quisesse ir ficava a dias de distância de viagem).

S. Craig Zahler pode ainda não ser muito conhecido, mas no seu primeiro filme, Asylum Blackout,  já houve quem desmaiasse no cinema precisamente por também conter uma cena chocante.

O que mais me intriga é saber que cordelinhos S. Craig Zahler puxou para conseguir este elenco de luxo neste género de filme; sendo que para o próximo também já conta com pelo menos um actor igualmente conhecido, Vince Vaughn.


Para os resistentes... também podem espreitar a cena em questão aqui.

Related Posts with Thumbnails