sábado, 26 de Julho de 2014

Tudo o que está errado com The Matrix Reloaded


Depois do sucesso de The Matrix em 1999, o público desesperou durante vários anos até finalmente poder ver The Matrix Reloaded em 2003. Como sempre, há quem tenha gostado, há quem tenha detestado, mas nada disso invalida que muitas coisas tenham sido realmente "mal feitas". O seguinte vídeo mostra-nos nada mais nada menos que 171 coisas que poderão querer reconsiderar sempre que pensarem em falar bem do filme.

(Confissão: mesmo com todos os erros mencionais - e não concordando com todos-  não me importei de o ver! ;P)


sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Halo: Nightfall [Trailer]


Já podemos espreitar um pouco do que nos espera em Halo: Nightfall, a série live-action que irá dar a conhecer na televisão o Universo que milhões de jogadores já conhecem das suas Xbox - e que conta com o nome de Ridley Scott como produtor executivo.

A saga Halo assenta numa história fascinante e que há muito se esperava ver adaptada para o cinema ou televisão, e onde o personagem principal é o célebre Master Chief,  um super-soldado "Spartan" com a sua armadura high-tech e acompanhado por Cortana, uma inteligência-artificial que também faz parte integrante do desenrolar da aventura.

Em Nightfall, iremos acompanhar um agente chamado Jameson Locke, que irá também fazer parte do futuro jogo Halo 5: Guardians, embora por agora poucos detalhes se conheçam. Sendo uma série para TV, teremos que desculpar algumas coisas (embora séries como Game of Throne, e até os mais recentes The Strain e Extant mostrem que é possível ter produções "de luxo" na TV). Neste trailer de Halo: Nightfall há cenas que me parecem muito bem conseguidas e com o ambiente que se pretendia... mas também algumas que têm um aspecto que ainda deixa a desejar.

Esperemos que quando finalmente chegar aos nossos televisores, a coisa já esteja melhor conseguida.


quinta-feira, 24 de Julho de 2014

Mad Max: Fury Road [Poster]


Mad Max é um daqueles títulos que marcou várias gerações, e que há muito deveria ter sido revisitado. Finalmente, esse dia vai-se aproximando, agora com uns mais "frescos" Tom Hardy e Charlize Theron como protagonistas. Mad Max Fury Road vai marcar o regresso de George Miller a este universo (o mesmo realizador dos filmes originais, mas que nos últimos tempos tem andado em registos bem diferentes: Happy Feet, e Babe), mas teremos que esperar até 2015 para vermos o que dali irá sair.

Para já temos que ir revisitando velhas memórias - o que não irá ser difícil olhando-se para o poster, que por si só nos faz ter vontade de rever os originais (bem, pelo menos os dois primeiros filmes... já que o terceiro, fica um pouco "à parte").

E vocês... que expectativas têm para este regresso ao mundo apocalíptico de Mad Max, e que o poster parece posicionar entre o primeiro e o segundo filme, ainda com o icónico carro de Max "intacto"?

Estreias da Semana

Snowpiercer - Expresso do Amanhã
Realização Bong Joon-ho
Com Chris Evans, Jamie Bell, John Hurt


Sex Tape - O Nosso Video Proibido
Realização Jake Kasdan
Com Cameron Diaz, Jason Segel, Rob Lowe


The Immigrant - A Imigrante
Realização James Gray
Com Jeremy Renner, Marion Cotillard, Joaquin Phoenix


Qu'est-ce Qu'on a Fait au Bon Dieu - Que Mal Fiz Eu a Deus?
Realização Philippe de Chauveron
Com Christian Clavier, Chantal Lauby, Ary Abittan




Outras Estreias
  • Ohayô - Bom Dia
  • Akibiyori - O Fim do Outono
  • Higanbana - Flor do Equinócio

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Divergent

Alguns poderão achar que há algumas semelhanças entre o universo de Divergent e Hunger Games, mas a verdade é que filmes que segregam a sociedade em diferentes castas/facções não são nada de novo e há muito que são tema prolífico para os escritores de ficção. Em Divergent temos um mundo onde os cidadãos têm que se enquadrar numa de cinco facções, criadas com o intuito de evitar as guerras e destruição da sociedade... mas que depressa se descobre que afinal isso parece ser mais difícil de conseguir na prática do que na teoria.

A nossa heroína é uma das jovens que tem dificuldade em se alinhar com qualquer uma das facções, e que acaba por descobrir ser uma "divergente" - pessoas de espírito livre capaz de escapar ao conformismo e manipulação, e que por isso são perseguidas pela sociedade como indesejadas. No entanto, vai ser essa sua capacidade que irá permitir evitar um massacre, quando uma das facções tenta passar a ser a facção governante.

Embora existam alguns aspectos marcadamente adolescentes (público ao qual se destina primariamente), Divergent acaba por ser uma boa surpresa, mesmo não trazendo propriamente nada de novo. As críticas sociais são muitas; o desejo de saber quem se é, independentemente do que os pais e amigos acham, também se alinhará com o que muitos jovens sentirão "na pele"; são coisas que também os mais velhos já terão visto e acompanhado noutras obras na sua adolescência - mas que não invalidam que não voltem a surgir ciclicamente a cada nova geração.

Se gostaram do filme, gostarão também de saber que o próximo capítulo - Insurgent - já está em filmagens, com estreia agendada para o próximo ano. O que poderão não gostar de saber é que esta trilogia também seguiu a moda de fazer render o último capítulo, apostando no terceiro filme dividido em duas partes: Allegiant: Part I e Part II (para 2016 e 2017 respectivamente).

terça-feira, 22 de Julho de 2014

Transcendence

Sendo fã assumido de ficção, não deixei que as más críticas a Transcendence me demovessem. Um filme sobre a chamada "singularity" - o ponto em que a inteligência artificial superará (e de forma cada vez mais acelerada) a capacidade intelectual humana.

Tratando-se do filme de estreia como realizador de Walter Pfister (que já trabalhou em filmes como The Dark Knight e Inception como director de fotografia), já seria de esperar que se desse algum "desconto" quanto a possíveis erros. E neste caso, penso que a opção de usar actores bem conhecidos, como Johnny Depp, Rebecca Hall, e Paul Bettany, acabou por funcionar "contra" o filme.

Johnny Depp é um cientista pioneiro no campo da inteligência artificial, que depois de ser ferido mortalmente por um grupo "anti-tecnologia", tem como última hipótese de sobrevivência passar o seu cérebro/consciência para o computador.

Mas depressa a sua capacidade acrescida de raciocínio digital começa a expandir-se, tornado possíveis coisas "impossíveis"... e começando a criar dúvidas quanto a poder estar a ir "longe demais".

A premissa é interessante e daria pano para mangas, mas no filme acaba por ser tratada de forma nada aprofundada e acelerada, como se o interesse fosse apenas chegar às cenas de acção, quando o próprio governo é chamado a intervir para lidar com esta "ameaça".

Como filme de ficção, deverá sempre ser visto. Mas infelizmente, não é filme do qual se saia com a satisfação de ter visto um "grande filme", nem que tão pouco nos faz querer pensar no assunto. Esperava algo bastante melhor.

segunda-feira, 21 de Julho de 2014

NOS lança filmes com audiodescrição no Videoclube


Tentem ver um filme com olhos fechados... rapidamente se aperceberão o quanto a ausência de diálogos vos deixa literalmente "às escuras". No entanto é essa a experiência que milhares de pessoas com deficiências visuais enfrentam diariamente, e que a NOS vem agora tentar ajudar.

A partir de agora os clientes NOS com deficiência visual têm acesso, através do Videoclube, a filmes com audiodescrição no Videoclube. São mais de 30 filmes portugueses disponíveis, que podem ser encontrados na categoria sob a secção "Cinema em Português com Audiodescrição."

Para além dos diálogos, os filmes incluídos nesta secção contêm uma locução que descreve cada cena em termos de cenários, figurinos, expressões faciais, linguagem corporal, entrada e saída de personagens, etc. Dando um relato auditivo de todas as coisas de relevo que se passam no ecrã, e permitindo que também as as pessoas com deficiência visual possam "rever" estes filmes clássicos com uma nova perspectiva.

Entre os filmes disponíveis encontramos títulos como: Alice, Porto da Minha Infância, O Milagre Segundo Salomé, Kiss Me, O Querido Lilás, 5 Dias 5 Noites, Odete e Atrás das Nuvens, sendo de esperar que no futuro a NOS possa alargar este serviço a outros filmes, incluindo os últimos êxitos estrangeiros.

Related Posts with Thumbnails