terça-feira, 21 de outubro de 2014

Automata


Já era mais que previsível que Gabe Ibáñez fosse um nome que viesse dar que falar (trouxe-nos o Hierro que pudemos ver no Fantas 2010) e aqui está a confirmação, com este Automata.

Filmes de ficção científica há muitos; mas não são assim tantos aqueles que realmente nos transportam para aquele mundo imaginário em que ficaremos a pensar sobre isso muito tempo após o filme ter terminado (e ser guardado no cantinho especial das nossas memórias). Há filmes que o conseguiram fazer, como 2001 e Blade Runner, e acho que este Automata bem merece um lugar ao lado deles.

Num futuro onde a população terrestre foi quase completamente dizimada devido a alterações no Sol que transformaram o planeta num deserto radioactivo, o que resta da civilização depende em grande parte de robots para fazerem todo o tipo de trabalho. Robots que têm duas directrizes inalteráveis, que garantem que os mesmos não possam colocar em risco a vida de qualquer ser vivo; e que também não possam modificar a sua programação.

Por esta altura estava a imaginar que o filme se iria tornar em mais uma variação sobre as leis robóticas de Asimov... mas estava completamente enganado, e ainda bem. :)

Para além de prestar homenagem a filmes como Blade Runner, com os seus ambientes urbanos mistos de alta-tecnologia e decadência (e capas transparentes para a chuva), Automata consegue arrastar-nos para o panorama desolador de um futuro sem esperança (e sem... futuro). Mas a rotina de um agente de seguros que passa os dias a verificar casos sobre supostas avarias dos robots em breve irá alterar-se por completo, quando começa a investigar um estranho caso de um robot que terá sido apanhado a auto-reparar-se. E de pista em pista lá se vai desenrolando o mistério que... é melhor ser visto para que não vos estrague a surpresa - que mesmo não sendo completamente original ou até inesperada - resulta perfeitamente.

Para evitar a necessidade de um remake futuro a pensar nos norte-americanos, o filme conta desde já com rostos bem conhecidos de Hollywood, como Antonio Banderas, Melanie Griffith, Dylan McDermott e Robert Forster.

Em suma... a ver sem falta por todos os apreciadores de ficção científica! :)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails