quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Midway


Depois do Soldado Ryan de Spielberg e do Pearl Harbor de Michael, é a vez de Roland Emmerich querer deixar o seu registo nos filmes históricos da 2ª guerra mundial com este Midway.

Nem de propósito, entrei na sala de cinema para ver este filme poucos dias após ter devorado a nova série documental da Netflix que nos mostra a 2ª Guerra Mundial "a cores" (altamente recomendada), e onde um dos episódios é precisamente dedicada à batalha de Midway. Uma batalha com importância fulcral no desenrolar da guerra, e que - não fosse o factor "sorte" - poderia ter tido um desfecho completamente diferente. Iniciando-se com o ataque a Pearl Harbor, que é indispensável para dar o contexto necessário, o filme avança sem grandes hesitações ao longo das suas mais de 2 horas, acompanhado de perto o percurso de um irreverente piloto e os que o rodeiam.

Contrariamente ao que acontece no filme Pearl Harbor, aqui a preocupação principal fica centrada sobre a parte "documental" da história, dispensando o aprofundar das relações pessoais. Algo que tem sido criticado por não permitir dar profundidade suficiente aos personagens, mas em contrapartida fica mais tempo para dar a conhecer todos os improváveis acontecimentos que permitiram chegar até lá.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails