terça-feira, 24 de setembro de 2019

The I-Land


A Netflix parece ter entrado numa era em que não olha a meios para adicionar conteúdos ao seu catálogo em preparação para a chegada dos rivais Disney+ e Apple TV+, e se o indicador for este The I-Land... as coisas não parecem estar bem encaminhadas.

Em The I-Land temos um grupo de pessoas que aparece misteriosamente numa ilha, sem saberem como e sem memórias de quem eram. Infelizmente, qualquer mistério que pudesse criar-se em torno desse cenário é rapidamente desvendado, ao ponto de que nem sequer se pode considerar spoiler dizer que se tratam de condenados a quem foi dada uma hipótese de reabilitação, procurando descobrir se serão inerentemente maus nesta sua segunda tentativa, ou se conseguirão redimir-se.

A ideia, em si, seria interessante. Infelizmente, a execução é desastrosa.

Mesmo tratando-se de uma série de ficção e dando-se a devida margem de manobra, temos personagens que são verdadeiras caricaturas. Junte-se a isto uma total indefinição quanto ao rumo a seguir... e ficamos com a impressão que esta é uma série que apenas existe para dizer que a Netflix têm uma espécie de "Lost + Westworld" em estilo Matrix.

Muito gostaria de dizer que é uma série recomendada... mas assim, será melhor gastarem o tempo destes 7 episódios a ver algo mais produtivo, como o documentário sobre Bill Gates, ou algo do género.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails