quarta-feira, 23 de maio de 2018

Isle of Dogs


Wes Anderson é um daqueles realizadores que conta com uma legião de seguidores que devoram avidamente tudo o que ele cria; mas não posso deixar de ficar intrigado sobre como muitos deles irão reagir ao seu mais recente "Isle of Dogs".

Isle of Dogs não é a primeira incursão do realizador pelo mundo do cinema de animação (já anteriormente nos trouxe o "Fantastic Mr. Fox"), mas demonstra que mantém a sua dose de "loucura" habitual, para se voltar a aventurar na trabalhosa e dispendiosa criação de um filme de animação desta complexidade. Neste filme, uma misteriosa doença faz com que todos os cães sejam perseguidos e exilados para uma ilha que serve de aterro para o lixo. Só que há uma criança que não está disposta a abdicar tão facilmente do seu cão, e embarca numa louca aventura para o recuperar - e onde acaba por contar com a ajuda de uma matilha improvável.

... Importa também referir que o filme é falado em japonês, o que faz com que só os cães sejam "percebidos" (a não ser por quem também perceba japonês) - e contando com as vozes de pessoas que não serão estranhas aos fãs de cinema: Bryan Cranston, Bill Murray, Jeff Goldblum, Frances McDormand, Scarlett Johansson, Harvey Keitel, Liev Schreiber, Tilda Swinton, Ken Watanabe, e até mesmo Yoko Ono.

Repleto de críticas à sociedade, nem sempre de forma dissimulada, acaba por ser um "fantástico Mr. Dog" que poderá ser visto por miúdos e graúdos; que sob perspectivas bem diferentes, irão sair do filme com vontade de correr para casa para dar um grande abraço aos seus cães... ou irem à loja mais próxima (ou canil) para arranjarem um. :)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails