quarta-feira, 22 de março de 2017

Iron Fist


Tal como prometido, roubei umas horas do fim-de-semana para fazer maratona do novo Iron Fist na Netflix, e a primeira que me apetece dizer é: não é assim tão mau como o têm tentado fazer passar.

A série tem sido trucidada pelos críticos, mesmo antes de ter ficado disponível, e envolta em polémicas por causa do actor não ser asiático, etc. etc. Mas, se ignorarem tudo isso e virem este Iron Fist apenas pelo que é - mais uma série de super-heróis Marvel na Netflix - acabam por ser mais as semelhanças dele com os anteriores Daredevil, Jessica Jones e Luke Cage, do que as diferenças.

Antes de mais, importa também dizer que Iron Fist não será seguramente nenhuma referência nem "obra prima" do género, mas... acaba por se enquadrar perfeitamente com os seus restantes compinchas na Netflix,

Há muitas coisas erradas na série, a começar pela pimeira parte, em que temos 4 ou 5 (ou 6?) episódios em que parecemos estar a viver um déjà-vu em que tudo se parece repetir continuamente sem qualquer desenvolvimento, enquanto Danny Rand tenta provar a sua identidade após ter estado 15 anos desaparecido. Mas ainda mais chato, é que para uma série com um super-herói que é mestre das artes marciais, as cenas de combate são muito pouco "marciais" nem têm grande espectacularidade (por exemplo, muito melhor está qualquer cena de luta no Into the Badlands).

Há quem aponte o motivo para essa falha com o facto de neste temporada o nosso herói não usar qualquer máscara, dificultando o uso de duplos durante as filmagens, e por isso impedindo demonstrar mais habilidades - mas seja como for, será esse o grande senão da série. Tudo o resto acaba por ser enchimento para preparar a chegada dos The Defenders, em que Daredevil, Jessica Jones, Luke Cage e Iron Fist terão que lutar juntos.

Ponto negativo para nem sequer terem feito qualquer homenagem ao Iron Fist clássico dos comics, com o seu fato verde e amarelo; coisa que até em Luke Cage conseguiram fazer... e que mais uma vez demonstra que esta season de Iron Fist foi feita "a despachar" com o objectivo de nos direccionar para os Defenders, em vez de ter merecido uma verdadeira atenção por parte dos argumentistas.

Em resumo: pode não ser perfeita (longe disso), mas também está longe de ser o desastre de que tem sido acusada.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails