sexta-feira, 31 de março de 2017

Ghost in the Shell


Já chegou às salas nacionais um dos filmes mais aguardados de sempre: a adaptação do clássico Ghost in the Shell para filme em imagem "real" - e o resultado não desilude.

Foi em 1995 que o filme de Mamoru Oshii, baseado nos manga de Masamune Shirow, deu a conhecer ao mundo um fantástico mundo futurista onde a população vive fascinada (viciada?) com os aumentos cibernéticos que expandem as capacidades humanas para níveis sobre-humanos, e onde temos a protagonista a levar isso ao limite, ao ter apenas o seu cérebro humano implantado num corpo completamente cibernético. Uma ideia que não é propriamente nova, pois alguns anos antes da publicação dos primeiros livros, já se tinha tido o Robocop a abordar uma questão semelhante nas telas dos cinemas.

Em Ghost in the Shell as questões filosóficas sobre o que significa ser humano, e o potencial para "interferências" quando se tem o corpo demasiado automatizado, acabam por ter bastante mais peso; mas os fãs da acção não precisam ficar desapontados, pois continuamos a ter todas as principais sequências que ajudaram o filme original a ficar gravado na memória de todos os que o viram.


De resto, é estranho estar a ver um filme em que permanentemente se está com uma sensação de déjà-vu; mas que simultaneamente nos vai surpreendendo por ter conseguido transpor para o mundo real (tanto quanto a realidade pode ser atribuída aos efeitos digitais) o estilo visual do Ghost in the Shell. Há uma década atrás seria impensável pensar fazê-lo; e basta regressar até 1999 e ver o impacto que o The Matrix teve, para melhor se perceber o tipo de loucura que seria tentar converter o Ghost in the Shell para imagem real.

A questão de Scarlett Johansson não ser oriental, como muitos criticam, acaba por ser um detalhe facilmente ultrapassável, ainda mais tendo em conta que o filme se centra na possibilidade de se ter corpos artificiais, e onde coisas como a raça se tornariam completamente irrelevantes.

Um filme a não perder, de preferência para ser visto numa sala IMAX em 3D. :)




Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails