segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

The Revenant

Desde Amores Perros que se sabia que Alejandro Iñárritu estava destinado a altos voos, e The Revenant é um filme que se limita a marcar mais uma "estrela" no seu currículo.

Neste filme, inspirado por factos verídicos, acompanhamos as aventuras de um guia nas novas terras da América do Norte, depois do seu grupo ter sido atacado pelos indígenas, forçando-os a regressar à distante base onde poderiam encontrar protecção. Para (des)ajudar, um encontro com um urso deixa-o às portas da morte, obrigando o grupo a deixá-lo para trás, e no processo deixá-lo sujeito não só às agruras do território e do clima, como - pior ainda - às feições dos maquiavélicos (des)interesses humanos.

Para não nos prolongarmos muitos, fica desde já assente: o filme é um espectáculo, ide ver quanto antes! Mas, dito isto, refiro também que, ao contrário da maioria... não me parece que Leonardo DiCaprio tenha uma prestação assim tão fabulosa como se tem dito. Aliás, penso que não seria difícil a qualquer actor ficar bem neste papel, pois o que destaca este filme é toda a sua cinematografia e não nenhum actor em particular (embora Tom Hardy esteja bastante bem no seu papel - mesmo se com alguns dos seus tiques habituais.)

Com planos longos que nos deixam a pensar "mas como é que eles conseguiram filmar isto?" e uma fascinante beleza natural de um mundo intocado pela "civilização", o filme é um autêntico retrato daquilo que foi a existência humana ao longo de muitos milhares de anos - onde em vez de irmos para o Facebook desabafar que o preço dos bilhetes é caro, as preocupações do dia a dia eram de uma muito mais simples (e muito menos fácil) questão de sobrevivência.


1 comentário:

  1. É mesmo e até acrescento... o Birdman é um "pardaleco" ao pé deste ;)

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails