terça-feira, 20 de outubro de 2015

Dailies

John Carpenter ganha caso de plágio contra Luc Besson


Lembram-se de Lockout, de Luc Besson, onde um anti-herói cínico tinha que se infiltrar numa prisão espacial para salvar a filha do presidente? Para muitos, a história parecia ser demasiado parecida com a de Escape from New York de John Carpenter... que levou a empresa produtora de Luc Besson a tribunal por plágio... e ganhou!

No entanto, parece que nesta indústria copiar compensa, pois a indemnização é de apenas umas poucas dezenas de milhar de euros; a não ser quando a cópia é feita por um qualquer espectador, sendo que aí se arrisca a ir para a cadeia e pagar milhões de indemnização. :P

... Por outro lado, que se cuidem todos os futuros filmes que pretenderem apresentar anti-heróis cínicos a salvar donzelas em apuros... :)


Gilmore Girls poderá regressar via Netflix


Nenhum série de TV está a salvo de ser ressuscitada, e o crescimento dos serviços de streaming que vão apostando nas produções próprias torna isso ainda mais propício. Desta vez, serão os fãs de Gilmore Girls a poderem ficar felizes, pois parece que a Netflix chegou a acordo com a Warner Bros para fazer regressar a série com quatro mini-filmes de 90 minutos. Embora ainda nada esteja definido a 100%, parece que está tudo bem encaminhado para que se voltem a juntar todos os protagonistas que popularizam a série.


Netflix está a chegar a Portugal e vai estar disponível na Vodafone TV


Estamos a menos de 12h da chegada do serviço Netflix a Portugal, e ficamos agora a saber que os clientes Vodafone TV terão acesso facilitado ao mesmo através das boxes que já têm em suas casas.

O serviço Netflix está acessível numa vasta gama de equipamentos, das Smart TVs às consolas de jogos, passando pelos smartphones, tablets e PCs, mas haverá sempre quem não se queira preocupar com isso e só queira ver os conteúdos no seu televisor "sem chatices". E é precisamente isso que os clientes Vodafone TV poderão fazer a partir de amanhã, usando a box que já utilizam diariamente para aceder ao Netflix.


Fandango inflaciona os ratings dos filmes


Os sites de críticas a filmes de cinema valem o que valem, mas há alguns que parecem não esconder as suas ligações à indústria cinematográfica e o desejo de vender bilhetes. Um estudo feito sobre as pontuações no Fandango revela um cenário muito pouco positivo. Enquanto nos restantes sites a distribuição das pontuações se centra nas 3.5 estrelas, no Fandango a média é de 4.5 e não existem pontuações inferiores a 3 estrelas (ou seja, lá, qualquer filme é imediatamente "mediano", mesmo que nos outros sites receba 1 estrela ou zero.

Penso que por cá não seremos muito afectados pois o Fandango não será um site de uso tão comum como o IMDB ou o Rotten Tomatoes, mas nada como ficar alerta para este tipo de situações.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails