quarta-feira, 6 de maio de 2015

Blackhat

Não é fácil fazer um filme de "hackers" que consiga resistir às críticas dos mesmos, e em Blackhat parece que nem sequer se esforçaram muito.

Em Blackhat, um ataque de hackers dá origem a um desastre numa central nuclear, e para encontrarem os criminosos têm que recorrer a ajuda do hacker que originalmente tinha criado a parte do código que foi aproveitada para concretizar este ataque.

A ideia está engraçada, e nalgumas partes até há que dar valor ao esforço feito, usando coisas que não só são credíveis como já foram usadas na realidade (como o do vírus Stuxnet utilizado para sabotar o programa nuclear no Irão). O problema é que o filme parece não saber bem o que quer ser: se um filme de hackers, se um filme de acção ao estilo de Hong Kong; e depois temos cenas como dois supostos agentes federais treinados, que não só decidem parar o carro no meio de um tiroteio de modo a ficarem completamente expostos ao fogo inimigo, como até vão para o meio da estada sem qualquer cobertura...

Enfim... eu tentei ver e dar algum margem de manobra, mas este tipo de situações lá ia sucedendo. Se fosse num filme "low cost" independente seria algo de esperar... mas não num filme que foi anunciado como grande produção, que só parece querer fazer sucesso à custa do nome do protagonista - Chris Hemsworth - que acaba até por funcionar contra o filme (provavelmente com outro actor neste papel, até teria resultado melhor.)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails