quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Wild Card

O tempo dos grandes "action heros" poderá já ter passado, mas há alguns actores que poderemos considerar como sendo os seus dignos sucessores. É esse o caso de Jason Statham, que se volta a juntar a Simon West para este Wild Card.

Tendo-se iniciado com Con Air, e mais recentemente realizado filmes como The Expendables 2 e The Mechanic (também com Statham), não podemos dizer que Simon West seja um novato nesta coisa dos filmes de acção. E por isso mesmo torna-se mais complicado perdoar o tipo de coisas que falham redondamente neste filme.

Wild Card é um filme feito à medida para os fãs de Jason Statham... mas onde pouco ou nenhum cuidado foi dado à história.

Na teoria, este é um filme sobre um guarda-costas em Las Vegas que tem problemas com o jogo; e que se vai meter em problemas com um mafioso em busca de vingança. Mas na prática podemos resumir o filme a "três sequências de luta, com mais algumas coisas atiradas lá para o meio para ocupar o resto do tempo".

Não há muita coisa que faça sentido neste filme, nem tão pouco as tentativas de dar qualquer "profundidade" ao personagem. A única coisa que funciona, e bem, são as excelente coreografias das cenas de luta, e uma ou outra cena onde se consegue elevar ligeiramente a sensação de "desconforto" em situações potencialmente complicadas.

Poderá bastar para os fãs de Jason Statham que só o queiram ver a "partir tudo"... mas penso que se deveria exigir mais. Foi uma oportunidade perdida para se ter um filme que pudesse ficar melhor posicionado na carreira de ambos - quer do protagonista, que do realizador.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails