sexta-feira, 5 de abril de 2019

Hanna


Já consegui terminar a primeira temporada de Hanna na Amazon e não posso dizer que tenha sido aquilo que estava à espera - sem que isso seja algo negativo.

Sendo uma transferência para a TV do filme com o mesmo nome - que já nos tinha dado a conhecer uma jovem alterada geneticamente que, apesar do seu aspecto inofensivo era uma verdadeira "assassina" - aqui lidamos com a história da sua origem. As coisas iniciam-se quando a sua curiosidade, após viver mais de uma década isolada numa floresta remota, com o seu pai, a fazem explorar o mundo exterior, e isso acaba por alertar as pessoas e entidades que estão interessadas nela.

Lá pelo meio, o seu contacto com jovens "normais" vai resultar num curso intensivo de "introdução à adolescência" (que serve para variar um pouco da temática dos super-assassinos), sendo que a pouco e pouco vão sendo revelados mais detalhes sobre o que se tinha passado com a sua mãe, e com o seu pai.

... A melhor descrição que tenho para esta temporada, é que acaba por ser uma verdadeira prequela do Dark Angel. E para quem viu essa série (que seguramente, um dia destes também levará com um tratamento de remake ou reboot. :)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails