quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Mortal Engines


Depois de muita, muita espera, temos finalmente o Mortal Engines nos cinemas, numa produção de Peter Jackson que infelizmente parece não estar a ser o sucesso pretendido.

Realizado por Christian Rivers, um "protegido" de Jackson que tem colaborado com ele há décadas, este filme traz para o grande ecrã as aventuras de cidades móveis que fizeram sucesso na versão literária. O cenário é um futuro pós-apocalíptico, onde as sobreviventes se foram agrupando em comunidade nómadas em cidades móveis para procurarem recursos, e onde as cidades maiores - verdadeiros colossos - perseguem as mais pequenas para as "comer". A ideia é curiosa de um ponto de vista sci-fi, mas que no filme deixa de lado muitos detalhes que - imagino eu - melhor tenham sido explicados nos livros (por exemplo, porque motivo para cidades tão sedentas de energia, têm aeronaves que parecem voar de forma ilimitada sem preocupações com combustíveis).

O filme começa com aquela que será uma das melhores sequências do filme, de uma destas mega-cidades a perseguir uma cidade mais pequena; e que poderá ter servido para elevar demasiado as expectativas, já que depois não temos nada equiparado ao longo do resto do filme. Quanto à história, acaba por ser uma compilação de elementos já bem conhecidos de outras histórias, com uma jovem em busca de vingança contra o homem que matou a sua mãe, que por sua vez está a tentar recriar a potente arma que levou ao cenário apocalíptico da civilização; não faltando a habitual trope de personagens acompanhantes para complementar o grupo.

Por tudo isto, este filme que tecnicamente devia ter a dimensão épica das cidades nele representadas, acaba por se constituir em algo mais fragmentado do que seria desejado. Talvez fosse um filme que melhor tivesse sido tratado numa trilogia... ou então simplesmente reconhecer que é um género que cansou a audiência e chegou numa má altura.

Nota: eu continuo a gostar deste filme, nem que fosse apenas pelo simples facto de se tratarem de cidades móveis! Fico apenas com pena de não terem conseguido acertar na "receita" para que fosse o mega-sucesso que seria desejado.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails