quarta-feira, 5 de julho de 2017

Okja


Finalmente tive oportunidade de ver o Okja de Joon-ho Bong, e definitivamente não era o que estava à espera... e ainda bem.

Joon-ho Bong é um realizador que conta no seu currículo com filmes como The Host, Mother e Snowpiercer, mas que tenho mantido debaixo de olho há muito mais tempo, desde que fiquei fascinado com o seu Memories of Murder (de 2003). Para este Okja, estava à espera de um filme que fosse uma reciclagem de algo ao estilo dos 101 Dálmatas da Disney, em que uma jovem tentaria salvar o seu simpático super-porco gigante (na verdade, uma porca) das mãos de uma cruel vilã - mas, não podia estar mais enganado.

Embora com personagens caricaturados, este filme acaba por ser uma dura crítica à industrialização da produção e consumo de animais, servindo como um autêntico abrir de olhos para todos os que nunca perderam um segundo a pensar como é que a carne que comemos chega às lojas. É toda uma indústria que opera longe do olhar do público (que provavelmente até prefere que assim seja) e que o filme expõe nos ecrãs dos nossos televisores.

Não é definitivamente o "filme para crianças" que estava à espera... mas é definitivamente um filme que merece ser visto... e que muito provavelmente irá fazer com que mais algumas pessoas se sintam tentadas a optar por uma dieta vegetariana.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails