quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Bridge of Spies


Steven Spielberg andava afastado da cadeira de realizador nos últimos anos (desde Lincoln em 2012) mas agora faz novo regresso em pleno, mostrando que ainda é um excelente contador de histórias - e desta vez com a ajuda dos irmãos Coen, responsáveis pelo argumento, neste Bridge of Spies.

Baseado em factos verídicos, Bridge of Spies leva-nos de volta aos conturbados períodos da Guerra Fria, onde Tom Hanks interpreta James Donovan, um advogado que é escolhido para defender um invulgar espião soviético apanhado nos EUA - e que depressa começa a ficar incomodado com todas as pressões para que "deixe perder o caso". Situação que o deixa numa posição delicada perante o público americano, para quem a luta contra o comunismo era algo merecedor de "excepção" para ultrapassar todas regras; e que depois se vem a interligar com o abate e captura do piloto americano Francis Gary Powers, quando voava sobre território soviético... e levando às negociações de troca de um pelo outro.

Numa altura em que se reacendem as questões do medo e controlo de fronteiras, este filme torna-se numa excelente forma de relembrarmos os erros já cometidos no passado, e - quem sabe - inspirar a que se encarem as coisas de outra forma.

Um excelente filme, que nos mostra o mundo dos "espiões" por uma vertente menos aventureira que os filmes do James Bond, mas bem mais realista e marcante.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails