quarta-feira, 10 de setembro de 2014

X-Men: Days of Future Past

Um dos mais famosos grupos de super-heróis está de regresso, e desta vez até temos viagens ao passado. Refiro-me a X-Men: Days of Future Past, e o resultado é... ambíguo.

Tradicionalmente, quando se tem que recorrer a viagens no tempo é sinal de que já se esgotaram todas as ideias lógicas. Mas tratando-se X-Men de uma adaptação para o cinema de um vasto universo da Marvel que se estende por décadas, as coisas são um pouco diferentes. Aliás, este Days of Future Past é uma adaptação da uma das melhores histórias nos comics, publicada nos anos 80, e que ainda se manterá na memória de muitos que já perdiam muito do seu tempo livro agarrados a estes livros.

Começamos com um futuro apocalíptico, onde os robots Sentinela estão a perseguir e exterminar todos os mutantes (e também todos os humanos que foram considerados como potencialmente poderem vir a ter descendentes mutantes, num holocausto global) e revelando-se imparáveis, mesmo para os poderosos super-heróis. A única solução consiste em regressar no tempo e evitar as acções que levam Mystique a ser apanhada pelo governo e ter os seus poderes dissecados e aplicados aos robots, que graças a isso se adaptam a todo o tipo de adversários.

Cabe a Wolverine regressar ao passado e tentar convencer um professor Xavier bem diferente do que conhecemos; libertar um Magneto que está preso; e convencer a Mystique a não perseguir o mesmo caminho que resultaria naquele futuro. Pelo meio é-nos explicado porque motivo as alterações no passado não produzem efeitos imediatos no futuro (há sempre que abordar esse aspecto); mas o filme até se safa bastante bem ao não nos apresentar demasiadas "considerações técnicas" sobre as viagens no tempo.

As cenas de acção são intensas, mas surpreendentemente até se podem considerar em dose comedida e bem distanciada, com muito tempo de ecrã a ser dedicado aos dilemas existenciais do jovem Prof. Xavier. Mas não é por isso que deixamos de considerar este X-Men um dos melhores filmes da série (ou mesmo o melhor) - tendo também a vantagem adicional de "limpar a timeline" de todos os filmes anteriores, revivendo personagens que tinham sido mortos.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails