terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

La planète sauvage

O Fantasporto 2013 já começou a fazer mexer a cidade do Porto, e estando na contagem decrescente para a sessão de abertura oficial, temos já muitos e variados filmes a passar no pequeno e grande auditório do Rivoli. Este ano, a primeira sessão da noite foi dedicada ao clássico de ficção e animação La planète sauvage de René Laloux feito no distante ano de 1973.

Confesso que embora já tivesse visto várias partes do filme (por diversas vezes), nunca tinha ainda tido oportunidade para o ver "do princípio ao fim" como deveria ser. Uma oportunidade que finalmente tive, graças ao Fantasporto, e com um extra bastante incomum nos dias que correm: a banda sonora foi executada ao vivo pela banda Beautify Junkyards. Desenganem-se os mais cépticos que poderiam sentir-se tentados a pensar que seria "um barrete"; o resultado final esteve bem para além daquilo que eu poderia imaginar, e penso que todos os que lá estiveram sentiram o mesmo. Excelente aposta do Fantas, e que marca um belo início do evento deste ano.

Quanto ao filme, a história é bastante interessante: num planeta dominado por uma raça de humanóides gigantes, a raça humana é vista como um praga inconveniente que serve apenas para entreter os mais novos, que os usam como animais de estimação. É um tema que estava bem em voga naquela altura (alguns anos antes tinhamos tido o "Planeta dos Macacos", que colocava os humanos também subjugados perante outra raça), e que aqui assume contornos mais futuristas e surreais mas igualmente revolucionários - já que o filme vai buscar inspiração à ocupação soviética da Checoslóvaquia.

Um desses "humanos de estimação" consegue aceder às ferramentas de ensino dos seus mestres, e assim ganhar conhecimento que lhe permite escapar e liderar um movimento que procura a libertação da sua raça.

O filme peca apenas por ter um final que parece ter sido "despachado" à pressão, e que bem mereceria ter tido mais algum desenvolvimento (fica-se com a impressão de que alguém terá chegado e dito: acabou-se o dinheiro, terminem o filme como estiver).

... Logo à noite, há mais (pré) Fantasporto. :)
(Não se esqueçam que temos o calendário do Fantasporto em versão digital, para vos facilitar a vida.)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails