quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Mission Impossible Ghost Protocol

A missão impossível está de volta, e - arrisco-me a dizê-lo - melhor que nunca. Em Mission Impossible Ghost Protocol temos Tom Cruise de regresso às cenas de acção, desta vez sob a direcção de Brad Bird... uma opção algo estranha, pois no seu historial encontramos (excelentes, diga-se) filmes de animação, como Ratatouille, The Incredibles, e The Iron Giant).

Mas, a aposta parece ter resultado, já que este filme será provavelmente o melhor de todos os que já foram feitos até ao momento!

A história é "sempre a mesma"... com um vilão a querer destruir o mundo, e a esperança da humanidade a estar nas mãos de uma equipa reduzida de apenas quatro elementos, e que desta vez tem que operar sem qualquer apoio oficial. E tudo se inicia com uma sequência bastante bem conseguida, da libertação de Ethan Hunt (Tom Cruise) de uma prisão.

Aliás, todo o filme resulta bastante bem - e na minha opinião, melhor que os anteriores (Brian de Palma, John Woo e J.J. Abrams que me desculpem).

Quando muito, poderá pecar talvez por pender um pouco para a vertente cómica, com Simon Pegg a fazer o que melhor se lhe adequa, e talvez (a falta de) realismo do nosso herói, que tanta pancada leva, mas continuar sempre incólume e sem uma única pisadura. Mas... é algo que não chateia demasiado.

Para terminar, fica também a sensação de que estarão a preparar o "spin-off" da série... com Ethan Hunt a ser acompanhado por outro agente de elite, Brandt (Jeremy Renner) também ele com os seus fantasmas do passado, e que poderá ser sinal de que Tom Cruise já começará a achar que não tem idade para estas aventuras (afinal, em 2012, passará a ser um "cinquentão")!


1 comentário:

  1. Realmente um filme que se vêm sempre com um sorriso nos lábios ;)

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails